Habacuque capítulo 1: Protestos do profeta | Parte I

Continuamos nossa série do livro do profeta Habacuque. No artigo anterior, apresentamos uma introdução a este grande livro; portanto, seria muito importante que, antes de continuar lendo este artigo, se você ainda não leu o primeiro, vá agora: Introdução ao livro de Habacuque.

Os primeiros versículos do livro de Habacuque começam com uma reclamação do profeta a Deus, mas na realidade não era uma reclamação muito comum, já que o que o profeta está fazendo aqui está sendo angustiado por todo o mal que seus olhos estavam testemunhando no povo de Judá. Na Bíblia encontraremos outros homens que também se queixaram da mesma situação, como é o caso de Jeremias, que falou a palavra de Deus ao povo de Israel, mas eles não escutaram (Jeremias 12).

É importante que entendamos a paixão que esses homens de Deus sentiram, o zelo que percorreu suas veias, o desejo de que justiça, equidade, paz e santidade façam parte do povo de Deus. Sentimos hoje o mesmo zelo quando vemos coisas na casa de Deus que não são do seu agrado?

2 Até quando, Senhor, clamarei por socorro, sem que tu ouças?
Até quando gritarei a ti: “Violência!” sem que tragas salvação?

3 Por que me fazes ver a injustiça, e contemplar a maldade?
A destruição e a violência estão diante de mim; há luta e conflito por todo lado.

4 Por isso a lei se enfraquece e a justiça nunca prevalece.
Os ímpios prejudicam os justos, e assim a justiça é pervertida.

Habacuque 1:2-4

Do versículo dois, temos muito a dizer. Todos nós fizemos a mesma coisa que Habacuque, clamamos a Deus por nossa nação, por toda a injustiça que vimos, no entanto, parece que ninguém nos escuta, mas essa não é a realidade, querido irmão, Deus sempre está ciente de todas as situações, Ele é Deus.

No versículo três, Habacuque faz outra pergunta importante: “Por que me fazes ver a injustiça, e contemplar a maldade?”. Bem, parece contraditório, mas a verdade é que Deus nos permite ver a iniqüidade por várias razões: 1) Nos fazer entender que já fomos assim, mas Deus nos salvou por meio de Sua Graça; 2) Nos fazer valorizar nossa salvação. Até, às vezes, também vemos iniquidade em nós mesmos, e isso é bom, pois através dela Deus nos faz entender que não se trata de nossas forças, mas da mão poderosa de Deus.

Deus também nos permite ver a iniqüidade para permanecermos humildes, para que possamos visualizar o que já fomos. O apóstolo Paulo em Efésios, capítulo cinco, lembra-lhes que aqueles que cometerem uma série de pecados não terão herança no reino dos céus, e o faze para ensinar-lhes que uma vez eles foram assim:

Porque outrora vocês eram trevas,
mas agora são luz no Senhor. Vivam como filhos da luz,

Efésios 5:8

Permitir-nos ver a iniqüidade também é uma maneira de nos mostrar o que somos agora no Senhor, de como devemos viver, uma amostra de como odiamos agora o que amamos antes e fizemos com ousadia.


Siga esta seção do livro de Habacuque de perto, pois analisaremos seus três capítulos, aprofundando suas profecias e, finalmente, esperamos que essas palavras, de uma maneira ou de outra, também possam ecoar em nossas vidas.

Você também pode estar interessado em:

1 comment on “Habacuque capítulo 1: Protestos do profeta | Parte I

  1. Heya! I just wanted to ask if you ever have any issues with hackers?
    My last blog (wordpress) was hacked and I
    ended up losing a few months of hard work due to no backup.
    Do you have any solutions to stop hackers?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *