Jesus prometeu que não nos deixaria sozinhos

O décimo quarto capítulo do Evangelho de João, é uma conversa de Jesus com seus discípulos sobre sua partida para o céu e a preocupação que os 11 tinham pela partida de Jesus e seu futuro. Este capítulo também nos ensina as promessas de Jesus para sua igreja e que Ele está conosco até o fim.

Os discípulos ficaram preocupados porque a partida de Cristo estava se aproximando, e não foi por menos, porque, ao lado de Jesus, eles viram coisas que nunca haviam visto ou sentido, e estão vendo que tudo isso terminaria em breve, mas isso não era verdade, pois a obra que Cristo havia começado também a terminaria.

16 E eu pedirei ao Pai, e ele lhes dará outro Conselheiro para estar com vocês para sempre,

17 o Espírito da verdade. O mundo não pode recebê-lo, porque não o vê nem o conhece.
Mas vocês o conhecem, pois ele vive com vocês e estaráem vocês.

18 Não os deixarei órfãos; voltarei para vocês.

19 Dentro de pouco tempo o mundo não me verá mais; vocês, porém, me verão.
Porque eu vivo, vocês também viverão.

João 14:16-19

Os discípulos não deviam ficar preocupados, então Jesus fala para eles que Ele implorará ao Pai e lhes dará outro Consolador para que esteja com eles “para sempre”. Essa é uma grande promessa, já que nem todos possuíam o Espírito Santo no Antigo Testamento, mas era sobre os profetas de Deus, mas agora, Jesus está lhes dize que daria Seu Espírito para acompanhá-los e não estivesse sozinhos nunca.

Jesus começou uma obra em nós e tem que terminar, o que significa que não devemos nos preocupar, porque não estamos sozinhos. Ele nos acompanha todos os momentos de nossas vidas, até o fim, e essa é uma promessa que todo mundo que guarda seus mandamentos tem.

Você também pode estar interessado em:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *