Os ímpios perecerão

O livro dos Salmos nos apresenta palavras de juízo dirigidas aos homens ímpios, antecipando um acontecimento que porá fim a todo vestígio de maldade.

Os ímpios são descritos como inimigos extremos de Deus, pois o seu pecado e transgressão são enormes diante do Senhor. Eles serão totalmente consumidos.

Neste capítulo dos Salmos, David fala do destino dos maus, para onde se dirigem. Por isso, menciona também as bênçãos reservadas ao homem justo, assegurando-lhe que não deve ser impaciente, pois o Senhor cortará os ímpios como ervas daninhas.

Mas os ímpios perecerão, e os inimigos do Senhor serão como a gordura dos cordeiros; desaparecerão e em fumaça se desfarão.

Salmos 37:20

O salmista sabia que a recompensa dos ímpios era rápida, por isso estas palavras são dirigidas ao homem justo. O homem justo é aconselhado a não ser impaciente, pois Deus vem em seu auxílio no momento certo.

Como fiéis seguidores de Cristo, temos de confiar no Senhor para nos ajudar, tal como fez com David para vencer os seus inimigos.

Irmãos, é fundamental confiar em Deus, pois a herança dos justos é eterna, ao passo que para os ímpios está reservada a perdição. Por isso, não sejais impacientes, pois é Deus que vos ajuda nas vossas provações e limpa o vosso caminho.

...
O Senhor não desampara os Seus santos
Toda a terra está cheia da sua glória

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.