O que amar o dinheiro nunca se fartará de dinheiro

O que amar o dinheiro nunca se fartará de dinheiro; e quem amar a abundância nunca se fartará da renda; também isso é vaidade

O amor pelo dinheiro é algo que causa danos na vida das pessoas, para falar claramente, aqueles cujo deus é o dinheiro a tal ponto que são capazes de vender uma criança ao inimigo das almas para ter cada vez mais.

Ter dinheiro não é mau, o problema está em amar o dinheiro, e esse amor pelo dinheiro pode levá-lo a fazer coisas condenáveis, porque só se pensa em ter dinheiro.

É bom ter uma abundância de bens materiais, mas devemos lembrar que tudo é vaidade, pois um dia irá para a sepultura e não levará nada deste mundo consigo. Não vale a pena trabalhar para o ter e nunca desfrutar disso. Quanto mais o ser humano tem, mais quer e é por isso que muitos acumulam grandes fortunas e não as desfrutam porque trabalham somente para ter mais.

A Bíblia avisa-nos para ter cuidado, pois uma vez que se torne demasiado amante pelo dinheiro, então torna-se difícil sair desta enorme vaidade.

Em Eclesiastes, a Bíblia fala-nos do amor pelo dinheiro:

O que amar o dinheiro nunca se fartará de dinheiro; e quem amar a abundância nunca se fartará da renda; também isso é vaidade.

Eclesiastes 5:10

Salomão, o escritor das palavras acima, possuía riquezas que estavam em contínuo crescimento. Mas ele sabia que se pusesse os seus pensamentos apenas na sua riqueza, ele seria consumido e não daria frutos como muitos têm feito.

Portanto, irmãos em Cristo Jesus, temos de ter cuidado com isto, não sejamos como aqueles que vivem da acumulação de riqueza, amando a sua riqueza e pondo apenas o seu coração nela. O que só terá grandes consequências.

Que todos nós que olhamos só para o Senhor, lhe demos graças e lhe peçamos que nos cubra de toda a vaidade que causa sérios danos à vida das pessoas.

...
Dou graças àquele que me fortaleceu, a Cristo Jesus nosso Senhor
Benefícios da sabedoria (Parte 2)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *