Nossa melhor adoração

NOSSA MELHOR ADORAÇAO

Hoje temos um grande problema com o tema da adoração a Deus e é que confundimos qual é a verdadeira adoração. Deus teve um problema com o povo de Israel em relação ao louvor que vem do coração e é por isso que ele diz para eles: “Este povo me honra com os lábios, mas seu coração está longe de mim”. E é aqui que nos perguntamos: como posso honrar a Deus com meus lábios e não com meu coração?

Esta reflexão está baseada no livro de Mateus capítulo 4:23

Jesus foi por toda a Galiléia, ensinando nas sinagogas deles, pregando as boas novas do Reino e curando todas as enfermidades e doenças entre o povo.

Este verso pertence a uma conversa que Jesus manteve com a mulher samaritana. Sabemos que entre os judeus e os de Samaria houve uma discussão sobre o lugar correto de adoração, no entanto, naquele momento, Jesus quebra aquela barreira sobre qual é o lugar certo, e praticamente disse para aquela mulher: Mulher, depois da minha morte muitos mortos espirituais ressuscitarão e não importa onde eles estejam, a única coisa que bastará é que eles me adorem em espírito e em verdade.

Querido amigo, Jesus está se referindo a nós, somos aqueles que o Pai chamou em seu único poder para adorar a Cristo em espírito e em verdade. E como verdadeiros adoradores, devemos conhecer os princípios da adoração verdadeira. Adorar a Deus não é apenas levantar as mãos e gritar alto, aleluia, isso é algo que vai muito além e que vem do coração. O povo de Israel fez isso e Deus ficou aborrecido com eles.

Um verdadeiro adorador é aquele que oferece seu corpo em um sacrifício vivo para Deus, aquele cujo louvor nasce no coração e acaba se reproduzindo em seu exterior. Oh queridos irmãos, que o nosso louvor seja o do coração e não dos lábios somente.

Lembremo-nos de que o Pai nos procurou com um fim: que lhe demos uma adoração pura. Portanto, vamos adorar o Pai em espírito e em verdade em todos os momentos de nossas vidas, levantando mãos santas em qualquer lugar ou tempo.