Não murmureis os uns dos outros

Irmãos, não faleis mal uns dos outros. Quem fala mal de um irmão e julga a seu irmão fala mal da lei e julga a lei; e, se tu julgas a lei, já não és observador da lei, mas juiz

Quando estamos longe da presença do Senhor, tendemos a falhar e a mostrar um tipo diferente de personalidade, que o descuido nos leva a ser pessoas que já não respeitam nada, tornamo-nos murmuradores de outros.

Pensamos que murmurar ao nosso próximo é a coisa certa a fazer, mas não é, porque Deus está a observar-nos. Deus não está agrada com estas acções, é por isso que nos devemos aproximar de Deus porque não fomos chamados a murmurar ao nosso próximo, nem a julgá-lo como muitos fazem, frio e sem coração.

É evidente que as nossas lutas vêm porque temos um que está sempre pronto para nos desviar do caminho certo, para nos colocar em inimizade com os nossos irmãos, pelo que devemos agir da seguinte forma:

Irmãos, não faleis mal uns dos outros. Quem fala mal de um irmão e julga a seu irmão fala mal da lei e julga a lei; e, se tu julgas a lei, já não és observador da lei, mas juiz.

Tiago 4:11

Tiago explica que as pessoas que julgam e pensam que são perfeitas, murmuram sem compaixão, não pensando no mal que estão a fazer àqueles contra quem murmuram. Isto é algo que é mau aos olhos do Senhor.

Mas aqueles que são justos, resistem ao inimigo, não olhemos para as acções daqueles que murmuram. Ignoremos o orgulho e permaneçamos humildes e resistamos ao inimigo, como Tiago sugere neste verso. Aproximemo-nos de Deus, os de ânimo dupla, purificai os vossos corações, humilhai-vos diante do Senhor e Ele os exaltará.

...
Segui a paz com todos
Bom é o Senhor para os que se atêm a Ele

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *