É Proibida a palavra ‘Cristo’ em aplicativo de mensagens chinês WeChat

É Proibida a palavra 'Cristo' em aplicativo de mensagens chinês WeChat

China é um daqueles países onde ser cristão é realmente complicado, porque neste país há uma constante perseguição do cristianismo.

Recentemente na China, entrou em vigor uma nova lei sobre o uso da Internet que reforça a censura contra os conteúdos cristãos nas redes sociais, e no popular aplicativo de mensagens instantâneas chinês WeChat, a palavra “Cristo” já não pode ser usada, para dar um exemplo da censura desta nova lei.

A Igreja do Pacto Primitivo dá testemunho disto, uma vez que se aperceberam de que não podem enviar a palavra Cristo no WeChat.

Usar a palavra “Cristo” é “violar as políticas do aplicativo”, pelo que a Igreja do Pacto Primitivo apresentou um apelo e a resposta foi intrigante:

A palavra “Cristo” que está a tentar publicar viola as regras dos Serviços de Informação da Internet, incluindo mas não se limitando às seguintes categorias:

– Pornografia, jogos de azar e abuso de drogas;
– Comercialização excessiva;
– Incitação.

É surpreendente como a palavra Cristo é colocada na mesma categoria que: “Pornografia, drogas, etc.”. Certamente este é uma sinal mais do que óbvio de uma perseguição contra as coisas de Deus.

A perseguição não é apenas física, mas também virtual. O que pensa sobre esta questão? Deixe-nos um comentário.

...
Pastor rejeita serviços online dizendo: "Zoom não é a igreja"

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.