Como o cão que torna ao seu vômito, assim é o tolo que reitera a sua estultícia

Essa é a natureza do homem tolo, que coloca seus passos em movimento e, assim, leva a insensatez à ação, fazendo tudo o que seu coração determina.

O sábio Salomão explica a natureza do homem tolo, comparando-o a um cão que retorna ao seu vômito, refletindo como o tolo repete sua insensatez continuamente.

Salomão faz várias declarações sobre os tolos, descrevendo-os como coxos e como aqueles que prendem a pedra na funda para impedir que ela seja lançada. O capítulo 26 do livro de Provérbios nos diz o seguinte:

Como o cão que torna ao seu vômito, assim é o tolo que reitera a sua estultícia.

Provérbios 26:11

Repetidamente, o tolo coloca os pés no vazio e cai porque seus pensamentos estão concentrados apenas em cometer fraude e fazer o mal contra os outros.

O coração do tolo está sempre pronto para causar danos, independentemente das consequências. Eles acreditam que agiram com sabedoria e esperam ser honrados por isso.

O Senhor castigará o tolo por sua insensatez, envergonhando-o, e ele cairá em sua própria armadilha por causa de sua maldade. Portanto, irmãos, é importante que prestemos atenção em nossos caminhos e sejamos sábios por meio da sabedoria que o Senhor nos dá, evitando tomar decisões por conta própria que mais tarde trarão duras consequências.

Se agirmos como o tolo, seremos como cães que voltam ao seu vômito, repetindo esse ciclo em nossa vida.

...
A tua benignidade é melhor do que a vida
O único que faz maravilhas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.